Companhia de Dança

 

Hoje vivemos uma era dominada pela tecnologia e cada vez mais as pessoas estão conectadas virtualmente, havendo grandes perdas nas relações interpessoais e nas habilidades de comunicação e convívio em sociedade. O reflexo dessa realidade é percebido na imaturidade política e social que vivemos. Neste cenário, com o intuito de resgatar e preservar a memória cultural do povo do sul do Brasil surge a proposta da Companhia de Dança Entrevero Cultural. Promover a cultura popular a partir da dança é muito mais do que “apenas dançar”. A arte de dançar expressa a poesia e os costumes em movimentos corporais. Os ritmos musicais tradicionais trazem em seus versos o dia a dia e o saber fazer de um povo.

cia

Objetivo Geral: Promover a cultura regional do Sul do Brasil a partir das danças populares e tradicionais gaúchas, integrando sociedade local e comunidade acadêmica da UFSC campus de Curitibanos.

Benefícios da dança: é uma atividade física que promove a socialização e a desinibição; melhora o condicionamento físico e a coordenação motora; constituindo assim um exercício completo para a promoção da saúde, bem estar e combate ao estresse e depressão. Neste contexto, a formação da Companhia de Dança visa integrar a comunidade acadêmica da UFSC e a comunidade local em prol da cultura e do folclore sul brasileiro.

As danças desenvolvidas pela companhia compreendem as linhas temáticas:

– Danças tradicionais gaúchas – xote de par trocado em roda, valsa da mão trocada, vanerão sapateado, pau de fitas, entre outras.

– Danças gaúchas de salão – ritmos básicos das danças gaúchas: bugio, xote, havaneira, vanerão, marcha, rancheira, chamamé, valsa e milonga.

– Danças de salão populares – tango, forró, samba de gafieira, bolero, valsa clássica, polca paraguaia, entre outras.

– Danças latinas – salsa, bachata, zouk, entre outras.

– Danças birivas do tropeirismo – chula, chico do porrete, dança dos facões e fandango sapateado.

Público alvo e impacto comunitário: O público alvo desta ação são pessoas da comunidade local, independente de faixa etária, não sendo esta uma ação exclusiva para servidores e/ou acadêmicos da UFSC. Os participantes são selecionados a partir da sua disponibilidade e comprometimento para participar das atividades da Companhia. Para seleção dos acadêmicos, é considerado também o seu desempenho acadêmico.

Atividades: No âmbito do programa, em agosto de 2016, foi criada a Companhia de Dança Entrevero Cultural, sob a direção do Prof.º de Dança e Educador Físico Marcos Froner Ferreira. Com dois meses de atividades, foram realizadas algumas apresentações.

 

DSC01526